Nakatani Sensei no Brasil

mar - 09 2016

Artigo de Santos Sensei – DOJO AIZEN BRASILIA*1

Gratidão ao Pioneiro Nakatani

Nakami Sensei jovem quando começou o aikido no Brasil. Foto de Pedro Gavião, carioca, fotógrafo, praticante de aikido, já falecido. Foto doada para Santos na década de 80 (a original está no Aizen Dojo).

Foto histórica: Nakami Sensei jovem, quando começou o aikido no Brasil.
Foto de Pedro Gavião, carioca, fotógrafo, praticante de aikido, já falecido. Foto doada para Santos na década de 80 (a original está no Aizen Dojo).

ANTES DA CHEGADA AO BRASIL: 

Teruo Nakatani nasceu na cidade de Uryu, em Hokkaido, em 29 de Julho de 1932.

( Nome em japonês da cidade natal de Nakatani Sensei e localização no GoogleMaps : 雨竜町 [うりゅうちょう] Uryü-chö)

Praticou Judô no curso secundário. Continuou a praticar Judô, todavia, uma lesão no ombro, na prática do alpinismo, encerrou sua carreira no Judô. Em Tóquio, Ingressa na Universidade Meiji, no curso de economia. Trabalhou numa fábrica de equipamentos navais. Nesta época, filiou-se e militou no sindicato de trabalhadores, que reivindicavam melhores condições trabalhistas, por isto Nakatani foi parar na “lista negra” dos empregadores. Demitido, não conseguiu arrumar mais emprego devido à lista negra. Importante ressaltar que as condições econômicas no Japão, na década 60 eram muito difíceis.

Sensei Nakatani conta, que em certa ocasião, estava pensativo num templo, em Tóquio, imaginando como arrumaria emprego. Perdido em seus pensamentos, começou a conversar com uma pessoa que estava no local. Era Hiroshi Tada, extraordinário mestre de Aikido. Dele, Nakatani escuta o conselho para buscar no Aikido o alento para aqueles tempos difíceis. Resolve visitar a Hombu Dojo e ingressa no Aikido, aonde chegaria a 2º Dan da faixa preta.

Além de Aikido, Nakatani praticou Karate, no grupo de estudos de Sensei Tempu Nakamura nele também lutava o mestre Hiroshi Tada.

Nesta época de Nakatani na Hombu Dojo foram seus contemporâneos Hiroshi Tada, Yamada, Yasuo Kobayashi, Koichi Tohei, Tamura, e Chiba. As aulas eram ministradas pelo Doshu Kisshomaru. O fundador do Aikido, Morihei Ueshiba, lecionava na turma de 6:30h, da manhã. Nakatani treinava durante o dia, mas participava do treino matinal. Ele conta que o Fundador discorria sobre filosofia durante meia hora, depois treino, não havia aquecimento.

certificado nakatani shodan

Certificado de Shodan de Teruo Nakami sensei

Nakatani, em 1960, já graduado faixa preta, pelo O-SenseiA, desempregado decide emigrar.

Nakatani procura a prefeitura municipal para tirar o passaporte. Nesta repartição é informado e convencido a emigrar para o Brasil porque as firmas japonesas estavam investindo no Brasil e tinham preferência em contratar emigrantes japoneses qualificados. (vide Ficha Consular de Qualificação)B

Kisshomaru Ueshiba o autoriza a divulgar o Aikido no Brasil.

CHEGADA AO BRASIL:

navio-nakatami

Depois de uma viagem de quase dois meses no navio misto de carga e passageiros, o BoissevainC, chegou ao Brasil, pelo porto de Santos, no dia 06 de Novembro de 1960, o introdutor oficial, formado, em Tóquio pelo Hombu Dojo*2. Clique para ampliar.

 

nakatani_chega_no_brasil-ficha

Dados do livro de desembarque de passageiros no Acervo digital do Museu da Imigração do Estado de São Paulo. Lista de bordo, página 15, passageiro número 183. Clique para ampliar.

Teruo Nakatani, aos 28 anos de idade, chegou ao Brasil pelo porto de SANTOS em 6 de Novembro de 1960 no navio a Vapor Holandês BOISSEVAIN que partiu de YOKOHAMA sob o comando de L.RADEMAKER, da companhia transportadora ROYAL INTEROCEAN LINES.
Quase 3 meses depois, três dias antes do Carnaval de 1961 
(calendário) , Nakatani mudou-se para o Rio de Janeiro. 

ficha de imigracao-nakatami

Ficha de imigração de Teruo Nakatami. Clique para ampliar.

Em novembro, dezembro e janeiro, ficou em São Paulo procurando oportunidade de emprego, sem perspectiva, decide ir para o Rio de Janeiro, aonde chega três dias antes do Carnaval de 1961.

Logo, é contratado para trabalhar na empresa japonesa Ishikawajima do Brasil, na zona portuária do Rio.

COMEÇA O AIKIDO NO BRASIL:

Shihan Ogino

Na foto Ogino Shihan do Judo: Em outubro de 1961, recebe ajuda do Sensei Ogino, que possuía um dojo de 100 tatames, no Hospital dos Servidores, na zona portuária do Rio. Sensei Ogino cede um horário para prática de Aikido na academia.

Em Outubro de 1961, Teruo Nakatani ministra a 1a. Aula de Aikido em território brasileiro, no dojo na Avenida Venezuela, Cais do Porto, onde funcionava o hospital do IPASE, da Associação dos Servidores, e hoje se chama Hospital dos Servidores do Estado – HSE.

Ali, começam a praticar Aikido, seus primeiros alunos que são praticantes de Judô da academia. Muitos poucos, na verdade.

Academia Medhi - site - foto

Foto histórica no site da Academia Mehdi Judô. Nakatani Sensei é aquele com óculos, em pé, no centro da foto.

Logo em seguida, sob convite do Sensei George Mehdi, do Judô, Nakatani vai iniciar uma turma na academia George Mehdi, em Ipanema.

Jornal do Brasil – 26-Fev-1965, pag 17 - George Mehdi lança aikidô no Brasil para ensinar a mais moderna luta japonesa

Jornal do Brasil – 26-Fev-1965, pag 17 – “George Mehdi lança aikidô no Brasil para ensinar a mais moderna luta japonesa.” Clique para ampliar.

NOVO ESPAÇO PARA O AIKIDO:

Logo após seu início na academia Mehdi, Nakatani Sensei incentivado pela divulgação do Aikido, procura outro local para treinamento.

José Maria Ribamar Santos Martins, praticante de judô na academia Mehdi e na academia do Sensei Nagashima (Praça da Bandeira), com a ajuda do secretário da Associação de Faixas Pretas do Rio, conseguem espaço e horários para o Sensei Nakatani ministrar aulas de Aikido as segundas, quartas e sextas-feiras, das 21:00 h às 22:00 h. A academia da Praça da Bandeira foi o primeiro local de prática regular do Aikido no Rio de Janeiro.

NASCE A ASSOCIAÇÃO CARIOCA DE AIKIDO

O crescimento do número de alunos faz com que Nakatani, em 1969, mude para R. Barata Ribeiro nº. 810 sobrelojas e 2º andar – Copacabana que acabou se transformando na Associação Carioca de Aikido. Os primeiros faixas pretas de Aikido no Rio de Janeiro foram:

  • José Maria Ribamar Santos Martins,
  • Mark Berler,
  • Eduardo Adler,
  • Carlos Infante,
  • Oswaldo Simon (O Guru) – o 1o. faixa preta de Nakatani Sensei,
  • Otávio Oliveira,
  • Luís Augusto Paraguaçu,
  • Pedro Gavião,
  • Sinati,
  • Getúlio,
  • Waldemar
  • e depois George Prettyman (Copacabana)

Conta-se que foi uma época dourada para o Aikido do Rio de Janeiro.

Havia um Segundo local de prática de Aikido, no Rio, no clube Caiçara (Lagoa) onde as aulas eram dadas pelo Guru, primeiro faixa preta de Nakatani.

Nakatani sensei, no Rio, morava na Ladeira Saint Roman, subida para o Morro do Pavão.

Certa noite, quando regressava para casa, Nakatani decidiu encurtar o caminho e entrar no Túnel da Barata Ribeiro para chegar em casa mais cedo.

Nakatani, ainda mal informado, não sabia que caminhar pelo túnel a noite era perigoso, pois os ladrões, em dupla, assaltavam os pedestres dentro do túnel depois corriam para o Morro do Cantagalo para fugir e se esconder. Ao ser assaltado, dentro do túnel da Barata Ribeiro (Túnel Prefeito Sá Alvin), Nakatani reagiu e desarmou um ladrão com kotegaeshi, imobilizou o outro e todos foram parar na Delegacia. Mesmo com a discrição do Nakatani, dizendo que não sabia de nada, o fato foi manchete nos jornais do Rio, na época.

Participa de notícias da semana sobre esportes, aparece como ator coadjuvante em filmes nacionais da época como “O Diamante Cor-de-Rosa”, com Roberto Carlos, aonde Nakatani representa o papel do Gênio Samurai

Eis que uma lesão no joelho faz com que Nakatani deixe o Aikido, pois não podia mais praticar em seiza. Além disso, seu espírito de empreendedor lhe obriga a se dedicar a sua firma de ar-condicionado, tem projetos de instalação de equipamentos e prazos a cumprir, tudo lhe toma o tempo.

Aeroporto de Brasília - Junho/1975 Ichitami SHIKANAI, Yasuo KOBAYASHI, COLOMBO, Teruo NAKATANI, J.M.R.S. MARTINS, Rosalino José GALI, CARLOS LÚCIO Menezes

Aeroporto de Brasília – Junho/1975
Da esquerda oara a direita: Ichitami SHIKANAI, Yasuo KOBAYASHI, COLOMBO, Teruo NAKATANI, J.M.R.S. MARTINS, Rosalino José GALI, CARLOS LÚCIO Menezes

Assim, Nakatani procura, no Japão, primeiro na Academia Central, depois o mestre Yasuo Kobayashi, seu colega de Universidade, para que indicasse uma pessoa para ocupar o seu lugar no dojo do Rio. Então, em junho de 1975, chega ao Rio, acompanhado por Yasuo Kobayashi, o prof. Ichitami Shikanai, com 28 anos, terceiro grau de Aikido, primeiro grau de Jodô e segundo grau de Iaidô.

A linhagem do mestre Nakatani, continuou na responsabilidade do mestre Ichitami Shikanai, mestre José Maria Martins, mestre Bento, mestre Adélio, mestre Pedro Paulo, mestre Santos, mestre Nelson T e outros, hoje possui ramificações em diversos Estados do Brasil como (RJ, MG, DF, GO, PA, RO, e SP).

Nakatani Sensei tem filhos e netos brasileiros.

F. DOS SANTOS – 5o. DAN – AIKIKAI – AIZEN DOJO-CHO

Referências:

  • Dados dos arquivos pessoais do autor;
  • Parte da entrevista concedida por Nakatani Sensei em 2009 na cidade de Brasília, por ocasião da entrega do 6o. Dan a Martins Sensei. Entrevistador João Rego, Cinegrafista Giampiero Mandaio;
  • Conversas e correspondências com personalidades da época;
  • Pesquisa documental de Mário Coutinho Jr.

Notas de Walter Amorim:

*1 Somente rearrumamos o texto para colocar as figuras ao longo do texto; ao ínves de colocadas em anexo como Santos Sensei originalmente fez.

*2 Este é um ponto polêmico: Segundo relatos e os registros no próprio texto relacionados aqui, o introdutor do aikido no Brasil seria Nakatami Sensei. E não como sempre ouvimos e reproduzimos, Kawai Sensei em SP. Pessoalmente acredito que não invalida nenhum dos trabalhos e rendo humildemente a minha homenagem a estes dois pioneiros. Tive inclusive a oportunidade de conhecer Nakatami Sensei no antigo dojo do aikido Rio de Janeiro em laranjeiras, embora não tenha, como faixa branca naquela época, a oportunidade de conversar com ele. Com Kawai sensei pude não só conversar, ouvi-lo, mas treinar com ele e ser seu representante, com muita honra, no Rio de Janeiro muitos anos depois. Agradeço aos dois. Eles permitiram estarmos aqui. W.A.

Para mais informações contatar Santos no Aizen Dojo Brasília.

Ganseki Kai Aikido

Comments are closed.