Referências

Há vidas que são exemplos e merecem ser recordadas.  Para avançarmos na nossa arte não é diferente e precisamos de exemplos a serem seguidos na esperança de nós mesmos fazermos um pouco do que eles fizeram. Eles por meio de nosso testemunho viram mensagens que se perpétuam no tempo.

No aikido não é diferente e nas aulas sempre referencio muita gente que são exemplos de técnica e dedicação a arte. Alguns além disso referencio como certa “personificação” do que é o aikido. São eles que nestas páginas coloco como especiais referencias ao aikido que represento hoje. E que espero que seja reproduzido nos que nos seguem.

“É necessário lembramos que nossos ancestrais foram firmando visões e abrindo veredas para que  pudéssemos continuar  a  caminhada com menores percalços e vicissitudes. Sobretudo é preciso incorporar com gratidão e humildade o espírito de serviço e a grandeza dos que se dispõem a dar tudo de si nas tarefas mais difíceis para que seus semelhantes possam colher frutos mais doces e realizar escolhas mais dignas.” – Trecho de O exemplo inspira e arrasta de Liduina Benigno

Não só como referencias técnicas; abaixo coloco mestres que foram inspiradores na nossa formação como praticante e instrutor, não querendo menosprezar toda a experiencia adquirida em tantos seminarios, visitas, aulas e intercambios, pelo contrario, o contato com estas pessoas possibilitou maior oportunidade de aprendizado em todas as vivencias que tivemos em mais de 20 anos. Boas e ruins. Pequenas e grandes. breves e longas. Yin e Yang…

Nelson Miranda – o nosso primeiro Sensei

Desbravadores:

Kawai Sensei

Yoshimitsu Yamada – nosso shihan: Primeiro mestre da aikikai a dar aula no ocidente.